Acreditamos que o ovo é a razão de ser da nossa existência, tudo porque as galinhas são extraterrestres.
Sexta-feira, 5 de Setembro de 2008
...

 

Sim, vocês foram incansáveis nos suplícios, nas tentativas de suborno, nas chantagens e nós, bem, nós tínhamos que ceder.
               
                Estivemos afastados durante um ano, um ano inteirinho porque, bem, o nosso último post abalou consciências e certezas, incomodou muita gente por assim dizer, fomos gentilmente ultimados a retirá-lo do nosso distintíssimo blog, mas nós como pessoas de princípios nunca colocamos tal ideia como sendo valida nas nossas lindas, geniais e até brilhantes mentes, nem mesmo quando fomos torturados.
                Obrigada por todas as mensagens de apoio e incentivo, sabemos que tentaram subornar as entidades que nos detiveram este tempo todo, pois essa tentativa de suborno custou-nos uns dentinhos novos, e quanto à chantagem, bem onde estávamos não pagávamos impostos ou combustíveis, a vossa sorte é que não se sabe a origem dos preços de certos produtos, porque se não teriam, também, vós de pagar uns dentinhos novos.
Nem tudo foi um mar de rosas como pode parecer à primeira vista, fomos postos hoje em liberdade após nos termos assegurado que as espécies migratórias já não se encontravam dentro do território nacional, espaço aéreo incluído, certificamo-nos, também, que a época de acasalamento dos pirilampos já tinha terminado.
Aqui estamos nós a preparar-nos para a fazer frente à crescente novelice de pouca qualidade que se vê por essa televisão desse país fora, preparamo-nos para fazermos a nossa própria novela, que será a primeira blogonovela.
Nos próximos dias encontrar-nos-emos a fazer castings, mas voltaremos dentro de pouco tempo com muito peixinho fresquinho, e, com muita coisa que do ponto de vista de duas pessoas geniais não anda bem neste mundo.
 

sinto-me:

publicado por Flá às 20:21
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Quarta-feira, 5 de Setembro de 2007
Pirilampo, ÉS O MAIOR!!

        Olá a todos, principalmente aos nossos fãs que já desesperavam por mais um post de alta qualidade vindo destas duas mentes geniais, meus queridos e minhas queridas esta era a frase que vos tínhamos a dedicar.

Certa noite, duas mentes geniais, pensavam acerca de coisas que lhes faziam confusão neste mundo...os emigrantes, o Pai Natal, o Capuchinho Vermelho, os norte-americanos, até que, naquelas cabeças maravilhosas que milhares de pessoas veneram, surgiu algo realmente intrigante... O PIRILAMPO MÁGICO!!!

            Toda a gente conhece aquele ser que habita no tablier de alguns carros, aquele a que chamam de pirilampo mágico, de mágico tem pouco, de pirilampo... afinal o que é que ele tem de pirilampo?!?

            Quantos pirilampos têm olhos esbugalhados? Eu nunca vi nenhum. Um pirilampo que tem uma antena torta na cabeça e dá luz na ponta... isso parece-me um pára-raios. E AS ASAS? Um pirilampo normal tem asas, porque é que o que é mágico não tem? Terá sido numa das suas escapadelas que se cruzou com a Sininho e pimba ela deu-lhe aqueles pós de que o Peter Pan  também é víciadinho?!?

            Boca, não tem?! Os olhos chegam quase aos pés! E aqueles pés... parece que tem calçado os sapatos do Batatinha, para não falar da fitinha... mas são pirilampos fêmea?! “E o prémio Miss Pirilampo Mágico 2007 vai para... para... são todas iguais!!”.

            Obrigado pela atenção, decidimos falar sobre o Pirilampo Mágico tendo também outro caso mais polémico para falar, a Abelha Maia e o Calimero (como é que uma abelha e um pinto se relacionam?), mas este assunto poderia dar muita discussão...e também era demasiado parvo, até para nós.



(Clicar em cima para ver melhor)


sinto-me:

publicado por rui às 20:21
link do post | comentar | ver comentários (31) | favorito

Quinta-feira, 16 de Agosto de 2007
Os chulos das telecomunicações...

Após vários suplícios e implorações voltamos...e com mais algumas coisas que não estão bem neste mundo...os chulos .

          Raça que no dicionário é caracterizada da seguinte forma:

chulo

adjectivo

                   grosseiro; rústico; rude;

substantivo masculino

1.                popular, depreciativo indivíduo que vive à custa de uma ou várias prostitutas;

2.                popular, depreciativo indivíduo grosseiro;

3.                coloquial indivíduo que vive à custa de alguém ou que se aproveita economicamente de outra pessoa;

(Do cast. chulo, «id.», do it. ciullo, «menino»).

 

                Habitualmente, este termo aparece relacionado com prostituição, mas desta vez, e porque gostamos de chamar as coisas e as pessoas pelos nomes, vai aparecer relacionado com telecomunicações...vamos falar nada mais nada menos que dos chulos das telecomunicações, esses macaquitos que nos chupam até ao tutano...mensagens grátis? Sim claro, e para sempre...mas com carregamentos de 15€ por mês e chamadas carissimas, esses macaquitos que parece que dão com uma mão mas tiram mesmo é com a outra.

                Queremos mandar uma mensagem pagamos 12 cêntimos, fazemos uma chamada, lá vão mais 32 cêntimos em apenas um minuto, mas se falar 1 minuto e 1 segundo, lá voam 64 cêntimos...  Peguem em duas pedrinhas, façam uma fogueira e comuniquem por sinais de fumo, afinal não pagamos 12 cêntimos por nenhuma pedrinha...aliás ainda não pagamos pedrinhas...

 

                Esses  chulos ,  que vivem às nossas custas por se aproveitarem economicamente de nós,  aqui por terras de politicos indecisos quanto à sua propria licenciatura, nem têm os preços  mais elevados nem de chamadas, nem de mensagens, mas não nos podemos deixar levar...não se esqueçam que o portuga,  que anda na moda por ter a calça routa, não por a ter comprado assim, mas porque não tem trotil para poder comprar outra não routa, tem dos salarios mais baixos  e dos  piores  niveis  de vida da Europa, logo,  à que fazer a comparação não só de preços  das operadoras estrangeiras mas também dos salários recebidos nesses mesmos países onde operam as ditas operadoras, que como o proprio nome indica têm como função operar, nas telecomunicações claro está.

 

                Depois todos tentam enganar a miséria em que se vive, nada melhor para isso que um cartão dos 3 chulos que por cá operam nas telecumonicações...em 11 pessoas inquiridas 7 procuram cartões de alguma das operadoras, as restantes já se resignaram...

 

                Pensamos em lançar aqui um movimento nacional intitulado de “coitados de nós, andamos a ser chulados por um chulo sem pelinhos no peito e sem carteira profissional e pior, nas nossas proprias casas, onde quer que vamos e a toda a hora”...mas como o titulo era muito grande e demasiado parvo optamos por não nos metermos nisso ainda podiamos ser confundidos com macaquitos ou chulos ...

 

                Por falar em chulos ...as prostitutas são chuladas duas vezes, coitadinhas delas. Que foi? Que caras são essas? Toda a gente sabe que têm telemóveis, ou nunca viram os classificados?

                Ainda vivemos na esperança de dizer aos nossos netos “Estás a ver netinho dantes tinhamos que pagar para falarmos por telemóvel!”, “Ó avô, mas o que é que é o telemóvel?”

               

               

 

 


sinto-me:

publicado por Flá às 00:10
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito

Segunda-feira, 2 de Julho de 2007
Portugueses e o Mundo

Portugueses, Povo do Mundo, em todo o lado há, pelo menos, um Tuga (não tantos como chineses, mas havemos de lá chegar).

Os Portugueses são conhecidos, desde a sua origem, pela sua coragem, inteligência, gosto pela descoberta, temos grandes exemplos tais como Viriato, D. Afonso Henriques, Infante D. Henrique, D. João II, Vasco da Gama, Luís de Camões, e mais recentemente, o Emplastro, Zézé Camarinha, Zé Cabra,entre muitos... Foram estes Portugueses que impulsionaram Portugal para o topo do Mundo (origem de Portugal até ao século VIII) e que conseguiram acabar com ele (Séc. VIII para a frente).

Portugal que partiu para o desconhecido em busca de novos mundos, que expulsou os espanhóis do território... sim, é o mesmo Portugal que hoje é, literalmente, a cauda da Europa, Portugal que foi usado como “Escudo Humano” na 1ª Guerra Mundial, Porugal que perdeu todas as suas colónias para que estrangeiros as explorassem, Portugal em que a única época que o povo se sente português é quando há Mundial ou Europeu de Futebol. Mas... vamos começar a falar de coisas sérias... agora que estamos no Verão vou falar de uma espécie migratória que todos os anos, por esta altura, visita o nosso país, OS EMIGRANTES. Um dia de praia não é bem passado se como som de fundo, como que se de uma melodia se tratasse, não começarmos a ouvir um Fratuguês que desperta as nossas atenções, um dialecto em fase de grande expansão.

O sol escalda, o mar azul está calmo e reflecte as raras nuvem que sobre si pairam, olho para a direita e ao fundo vejo um emigrante, deitado ao sol, abdominais muito salientes, tal e qual um vulcão arredondado com a sua cratera no umbigo, garrafão de 5l de vinho ao lado juntamente com o Tupperware com os pasteis de bacalhau, os putos, que não sabem se hão-de falar Português ou Francês, correm alegres pela areia um com a camisola da selecção portuguesa com o nº17 e com a inscrição C. Ronaldo, enquanto o outro, que corre com a bola de futebol na mão, tem uma camisola da selecção francesa, nº 10, Zidane escrito nas costas. A mãe, de tom de pele avermelhada de tanto sol apanhar, grita do fundo dos seus pulmões “ Pedro, Miguel viennent ici, senom lebam ume chapaede!”, lindos momentos do quotidiano.

Mundial ou Europeu no estrangeiro, lá estão os emigrantes em força, trajados a rigor, uma verdadeira claque, os “Ultras Tugas”, não podem ver uma câmara de filmar que agem como se €5.000.000 lhes aparecesse à frente, correm atrás do camera-man, que só por acaso até era Inglês e apenas estava ali à procura de um Inglês com quem pudesse falar, mas não, melhor que isso, vinte portugueses cheios de vontade de falar todos vestidos de vermelho e verde aos e de forma audível gritando Portugal, como se todos os estrangeiros que estão num raio de 1Km já não soubessem por quem eles gritam, e depois, a parte policial da coisa, os ingleses fogem, mas os portugueses com a sua perseverança seguem-no, o camera-man desvia a câmera, par um lado, para o outro, para o chão, ar, pra todo o lado possível e imaginário, mas ainda mais impossível é que pra onde ele vira a câmera lá está a bandeira vermelha e verde como que se de uma praga se tratasse.

Fim de Verão, espécie migratória volta para o país onde passa o resto do ano, tem que voltar rápido porque o aluguer do Mercedes, que alugou para mostrar às pessoas da “terrinha” que vive bem, está a acabar, e se passar tem que pagar mais e não há dinheiro para isso.

Viva Portugal, não temos dinheiro, não temos empregos, não temos o respeito do resto da Europa, mas pelo menos somos felizes!!


sinto-me:

publicado por rui às 16:22
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito

mais sobre nós...
pesquisar
 
Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


últimos devaneios...

...

Pirilampo, ÉS O MAIOR!!

Os chulos das telecomunic...

Portugueses e o Mundo

arquivos

Setembro 2008

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds